19 de mai de 2010

- Um segundo é muito para quem sabe o que quer

Eu me sinto feliz. Por ver que o teu sorriso já não me interessa mais e tuas palavras já não fazem diferença. Porque quando ouço teu nome não nada muda e o que acontece com você pouco me importa. E não sinto mais raiva de ti, nem guardo rancor... Apenas indiferença. E era aqui que eu queria chegar! Neste ponto que eu procurava alcançar com você. Porque antes, não importava o quanto eu me preocupasse com tudo; você simplesmente vivia do seu próprio modo. Eu destrui estradas e derrubei pontes; interferi onde eu nunca gostaria de interferir, provoquei o que eu mais temia. E hoje eu acredito que foi melhor assim. Aquelas vozes que me indicavam o que fazer estavam certas.

Ao mesmo tempo eu pergunto por que teve que ser assim!? Mas não há tempo para perguntas e sim ações. Acredito que andei nos momentos certos. E de tanto isso me ensinou. Entenda que em meio a terremotos e enchentes a coragem é o melhor ponto pra escape, e os sentimentos são apenas traiçoeiros.

Mas agora um sorriso brota no meu rosto, por saber que do passado já não sinto falta e muito menos ele interfere no meu presente. E o meu futuro? Eu direi como vai ser; bem perto do que me faz bem.

1 comentários:

Dreamer disse...

Eu quero esse cachorro. Heauhhueahueaea
Saudades de ti amoreco! SDDS³³³³³
[L]

Postar um comentário