5 de fev de 2013

- Clearly I remember...

     Eu queria te deixar guardado de alguma forma. Numa canção de sons leve e voz suave... Mas só sei escrever prosa e imaginar. E o que passou vou deixar assim, nas entrelinhas de um verso que, quando eu ler, lembrarei dos teus olhos, cativantes e profundos, do teu sorriso simpático um pouco mais prolongado de vez em quando.
    Só sei que quero e preciso te descrever, com as palavras que agora fogem da minha mente, na tentativa de se esconderem em um local seguro, para não me provocarem devaneios, e não me fazerem relembrar diversas vezes a mesma cena; surpresa rápida e simples, dos lábios que se tocaram de canto e se puxaram para mais perto, cerrando os olhos para aproveitar o que viria depois.
     Eu queria estar ali, em volta de você; entre a mesa e teu peito, a sentir um perfume e tua barba sob o som de uma banda qualquer, a tocar uma música esquecida e lembrada no fim da memória. Nada relevante quando comparado ao que estava acontecendo com meu corpo naquele momento, a síntese do que não precisava ser transcrito.
     As mãos nos bolsos opostos, cruzadas para chegar a uma aproximação. Tudo para estar mais perto. Uma mão na mão, uma mão na perna, um beijo no pescoço, só para deixar mais... interessante.
     Não costumo esquecer do que me interessa. Era para ser especial, só isso. Meramente atingido em pouco tempo, o suficiente para deixar guardado.
     Mas agora, depois, tudo volta ao normal, a ser como era antes. Mas há quem diga que quando nada acontece é porque existe um milagre que não estamos vendo.
 

4 de nov de 2012

Eu achei que nós chegamos tão perto...


Mas você lembra!
Você vai lembrar de mim
Que o nosso amor valeu a pena
Lembra é o nosso final feliz
Você vai lembrar...
Vai lembrar...sim...
Você vai lembrar de mim.

     Só isso já basta para te reconhecer de novo e lembrar do quanto fui feliz e acabei me descobrindo através de você. Sem caprichos, sem regras, sem ditados. Apenas uma liberdade que nos prendia e me fazia parar no tempo quando estavamos juntos. E a saudade que já se foi é o mais alegre, e a lembrança que ficou é a que mais me atormenta agora, mas, ao mesmo tempo, não deixa meu sorriso ir embora. Só posso dizer que foi o suficiente para se tornar especial e dificil, impossível, de deixar completamente para trás. Porem, lá no fundo, talvez ainda haja algo reservado. O que eu acho difícil. Mas quando eu menos esperar, algo vai acontecer... Eu sei.

23 de set de 2012

Se eu não me vigio um instante, me transporto pra perto de você...

   Eu me via no teu perfume e me sentia no teu sorriso; aquele meio bobo, sem jeito, em um paradoxo incomum de timidez e alegria. Quando me aproximo, consigo sentir teu cheiro transpassando e que parece permanecer por horas na lembrança que insiste em se repetir. E quando dou conta de mim, já estou perto de você, analisando gestos, palavras e atitudes que quando não tentam me dizer nada, acabam por dizer tudo.
    A conversa que não termina, a msg que não para, o esperar que continua, a incerteza que persiste, o desejo que se tem, a palavra que se esqueve, a lembrança que fica, o sorriso que não vai embora, a leveza que me traz, a música que não acaba, a cabeça no meu ombro, as mãos me entrelaçando em meio aos rostos lado a lado. Um nervoso tão gostoso, que chega a mim e dura por um tempo. E uma vontade imensa de te falar... De pedir para não evitar meus olhos e de não sair deste abraço.
    E o que eu só desejo é o tempo... O tempo para se checar devargazinho e te esperar numa certeza insensata, no saber de que o que você quer é compatível com o que eu quero. De ir aos passos, conquistando aos poucos o que de mim já faz parte.

30 de jul de 2011

- Esse foi um beijo de despedida, que se dá uma vez só na vida...

Não tô podendo ler textos românticos; isso me retoma até você. E é tão difícil olhar para o travesseiro e ver que você não estar lá, ou ir dormir sem estar deitada no teu ombro e sem tua voz me cantando uma canção. Sem tua mão na minha, sem teu cheiro, sem teus olhos nos meus. E eu digo que foi tão bom, o suficiente para deixar saudades e fazer com que um filme passe na minha cabeça milhões de vezes até que uma lágrima caia e eu agradeça por você ter feito parte de mim.

Eu não esperava nada disso, não esperava sua surpresa cruzando minha vida. Não esperava você! Não esperava teus carinhos, tuas palavras e teus beijos na hora certa. Tua música, teu sorriso, tua compreensão. Um sonho de uma semana.

Senti o que tinha que senti, vivi o que tinha que viver, aprendi tudo o que tinha para aprender, compartilhei com teus beijos, dividi os carinhos e fixei no meu olhar os teus olhos procurando nos meus algo e me dizendo que só isso bastava.

Eu não queria um beijo de despedida. Eu queria deitar de novo naquela rede e cantar contigo, eu queria te socorrer, novamente, quando você mais precisou, eu queria construir mais olhos, dizer mais coisas e arriscar um pouquinho mais.

Preciso deixar de esperar por teus beijos, fechar os olhos e entender que era para ser assim, esquecer que chorei no aeroporto, antes e depois da mensagem, e chorei de novo ao falar de você; esquecer da despedida e do último beijo. E só lembrar de você e do final feliz...

7 de jul de 2011

- 10 things I hate about you

1. Odeio o modo como vocês falam comigo; como se eu fosse toda certinha e tudo o mais.

2. Odeia como sujam o tapete do meu carro.

3. Odeio seus cantos bregas em uma noite de sábado embaixo da chuva e como conseguem antecipar o que eu vou dizer.

4. Odeio quando apertam "pause" no Mario Kart só para eu não ganhar!

5. Odeio tanto isso em vocês, que até fico doente =D

6. Odeio quando vocês estão sempre certos.

7. Odeio quando marcamos de sair e não dá certo.

8. Odeio quando não estão por perto, o fato da gente não se falar...

9. Odeio quando me fazem rir muito e me fazem ficar com raiva

10. Mas eu odeio principalmente, não conseguir odiar vocês. Nem um pouco, nem mesmo por um segundo, nem mesmo só por odiar!