31 de mar de 2010

- Make a wish

Recentemente, não tenho tido a vontade de falar e sim a de ser escutada; dom que, por onde eu ando, pouquíssimas pessoas têm. Estou começando a achar que meu lugar não é aqui... É como se tudo fosse muito pequeno, perdido em uma imensidão que ninguém consegue entender. Há uma necessidade dentro de mim que não condiz com a realidade que vivo. Sinto-me perdida; querendo alcançar algo inalcançável.
Quero escapar, começar tudo de novo, poder ter a chance de crescer mais, de apagar certas imagens e criar outras... percorrer um caminho sem precisar do passado ou algo assim. Esquecer as escolhas erradas que fiz, esquecer os que me decepcionaram de uma forma que eu nunca pensei, esquecer dos que eu confiei em vão, das brigas... Carregar comigo o essencial para ser feliz de um novo jeito. Vou dar tudo de mim para alcançar o próximo degrau! Preciso disso, preciso esquecer e me desvencilhar de muita coisa daqui; preciso ser nova. Talvez seja a hora de ir... Espero que seja!!!
Sinto-me uma estranha em mim. Isso é tão complicado! Mas, pensando bem, é como aprendemos na Universidade; a adolescência é mesmo assim... Eu acho que poderia ser mais fácil!

12 de mar de 2010

Que os sonhos faça-nos realizar o que a realidade não nos permite sonhar

Eu poderia tentar achar mil motivos para fugir de onde estou e me esconder atrás de alguém, mas eu sei que devo viver independente do que aconteça. É estranho; não quero sumir para ficar longe de alguém e sim para recomeçar, mas tudo está bem... Tenho dito contradições recentemente.
Sei que jogos foram feitos para jogar, mas eu não quero mais fazer parte disso. Quero abrir um livro e não pedir inconscientemente para que a minha vida fosse um. Não que ela seja ruim, mas simplesmente uma parte de mim me faz ter a sensação de que algo não está no seu devido lugar... E a outra me diz que as coisas estão como deveriam estar afinal tenho tudo, tenho subido cada vez mais em uma escada que não quero descer e alguma coisa a mais me faz elevar os meus pés ao próximo degrau porque eu sei que, por mim mesma, eu não estaria no andar em que estou. Um segredo talvez seja fazer as coisas com amor; e como eu vivo disso, acredito que o resto também será como esta escada que sempre subo.
Procuro acreditar que tem sempre algo de melhor para vir... Que este algo de melhor venha de todos os pontos cardeais e me norteie para onde eu mereça estar e, particularmente, eu acho que tenho o direito de estar em um lugar excelente.

Não pense ou diga que

o tempo é mesmo rei, e que nunca pertenceu à monarquia.
- Ainda acho que há muita coisa que nem o tempo é capaz de apagar...



.

003. Vem pra cá

Não ver você não tem explicação

É caminhar pela escuridão

Ficar a fim e não poder falar

Querer o sim e não se acostumar

Com a solidão

O medo de amar

O estranho vazio no seu olhar

Eu tento achar em algum lugar

O amor que você deixou pra trás

Vem pra cá

Que é bom para si

Números, números, números

O que é, o que são

O que dizem sobre você

Um dia descobri que...


Só você para me fazer esperar meia hora (no horário da fome) para podemos comer juntos, ou fazer o percurso portão4-portão3 duas vezes em menos de uma hora, ainda esperar o peixe fritar para poder comer e, no final das contas, se alimetar você com uma maçã, e eu com um copo de suco de cupuaçú.
Oh, pensa bem... Se não fossemos amigos do jeito que somos quem ia te dizer que você precisa engordar (huahuahuahuahua), ou te fazer usar emotions de sorrisos através do msn a cada 5 minutos!? Quem ia te tirar da fossa e gastar várias mensagens ao longo do dia e, ás vezes, de noite (a tarifa de mensagem da TIM está cara)!? Quem ia me ajudar no dever de inglês e acabar falando espanhol no final de tudo, me chamar de fresca ou deixar ser pertubado no meio da aula do CESUPA ou até mesmo de madrugada!? Ou quem você chamaria pra sair com o objetivo de provocar ciumes em alguém!? :D Analisando o outro lado; quem seria meu wonderwall quando eu estivesse "naquela fase", para quem eu falaria besteiras sem ter medo de parecer idiota ou me acompanharia no cinema ou ainda, ficaria também feliz com as minhas conquistas e quando eu tivesse naquele dia pós-choro se preocuparia comigo?

Aaahhh, porque, realmente, me fazer ficar o dia todo na UFPA, sem almoçar, no meio de um bando de mosquitos, sem tomar banho o dia todo é porquê, no mínimo, é importante pra mim.

É, segundo a Superinteressante ocupamos papéis culturalmente do homem e da mulher enquanto casal. E ainda: "Os estudos ainda são insuficientes, mas tudo indica que a amizade entre homens e mullheres vai se tornar não só uma possibilidade mas uma necessidade. Em tempos que exigem que os gêneros trabalhem e convivam, aqueles que conseguem entender e se comunicar com o sexo oposto têm uma vantagem competitiva.". Nesta nossa relação em que um consegue decifrar o outro, em uma competição seremos um sucesso. :D

6 de mar de 2010

-


E era realmente disso que eu estava precisando: de você por perto. E da forma mais inusitada isso aconteceu; não sabes o quanto eu estou feliz. Porque só você me passa aquela confiança e aquela coragem que ainda ninguém conseguiu me passar, porque és o único capaz de me fazer mudar de idéia, a única pessoa com quem eu brigo e não consigo sentir raiva e que me protege da forma mais idiota que eu já vi.
Se soubesses o quanto estou feliz agora... A gente se persegue! Será que até quando eu me formar e for embora daqui você ainda vai estar por onde eu estiver; o acaso. Mas eu realmente acho que tem um motivo para você ter surgido assim meio que do nada e pra ficar por um bom tempo; preciso escutar de ti o quanto sou besta pelas coisas, e preciso que faças a sua mágica de sempre, dizendo no final "eu te avisei, agora entendes tudo!"... hahahahaha. Wonderfull! Realmente você tem cuidado de mim!

3 de mar de 2010

Que garota,

nunca tomou um fora de querer sumir, ou um remédio para dormir?

que garota nunca sofreu pra ter a perna depilada?

ou que nunca comeu uma barra de chocolate por ansiedade, uma alface por vaidade e beijou um canalha por saudade?

que garota nunca apertou o pé no sapato para caber, ou a barriga para emagrecer ou um ursinho para não enlouquecer?

que garota nunca jurou, que não estava ao telefone, que não pensa em silicone ou que 'dele' nem lembra o nome?

2 de mar de 2010

Inventei uma desculpa



Eu me sinto uma idiota! Meio que estou sentindo a tua falta agora e isso me preocupa. Você me tornou fraca e frágil por um período, conseguiu atingir meu "calcanhar de Aquiles" sem eu nem saber qual é. Sinto muito que nossa história tenha terminado assim; tão triste. Mas você me ensinou que as coisas só terminam quando algo de bom acontece, se ainda não aconteceu algo de bom é porque não terminou.

Sinceramente, eu acho que estas pouco se importanto com tudo isso que aconteceu, você sempre foi a razão, ao contrário de mim - que sempre fui a emoção; como consegui conviver com você!? As vezes peço a mim mesma que tudo isso seja um pesadêlo ou que volte o mais rápido possível ao normal, daí abro os olhos e me deparo com um imenso nada entre nós.

Queria que minha vida fosse como um filme e você voltasse no final pedindo desculpas, ou será que sou eu quem deveria fazer isso?

Gostaria que meu celular tocasse agora e fosse você, com qualquer assunto. Quão besta eu sou, até porque quem armou o circo foi eu... Até porque alguém tinha que armar. Aff... Você nem merece um terço disso! Que isso seja o fim, até mesmo da nossa amizade. Será que sou egoísta? Se eu não pensar em mim você que não vai pensar.
"Lembrar é fácil pra quem tem memória, esquecer é difícil pra que tem coração."; no final de tudo você se tornou difícil.