2 de mar de 2010

Inventei uma desculpa



Eu me sinto uma idiota! Meio que estou sentindo a tua falta agora e isso me preocupa. Você me tornou fraca e frágil por um período, conseguiu atingir meu "calcanhar de Aquiles" sem eu nem saber qual é. Sinto muito que nossa história tenha terminado assim; tão triste. Mas você me ensinou que as coisas só terminam quando algo de bom acontece, se ainda não aconteceu algo de bom é porque não terminou.

Sinceramente, eu acho que estas pouco se importanto com tudo isso que aconteceu, você sempre foi a razão, ao contrário de mim - que sempre fui a emoção; como consegui conviver com você!? As vezes peço a mim mesma que tudo isso seja um pesadêlo ou que volte o mais rápido possível ao normal, daí abro os olhos e me deparo com um imenso nada entre nós.

Queria que minha vida fosse como um filme e você voltasse no final pedindo desculpas, ou será que sou eu quem deveria fazer isso?

Gostaria que meu celular tocasse agora e fosse você, com qualquer assunto. Quão besta eu sou, até porque quem armou o circo foi eu... Até porque alguém tinha que armar. Aff... Você nem merece um terço disso! Que isso seja o fim, até mesmo da nossa amizade. Será que sou egoísta? Se eu não pensar em mim você que não vai pensar.
"Lembrar é fácil pra quem tem memória, esquecer é difícil pra que tem coração."; no final de tudo você se tornou difícil.

0 comentários:

Postar um comentário